Theme Preview Rss

Desafios - 1° Dia - O Amor é paciente

Providencie o seu livro ou tenha uma forma de consulta, leia o desafio do 1ª Dia na integra e anote as suas conquistas

****************************************************************************************************



Sejam completamente humildes e dóceis, e sejam pacientes, suportando uns aos outros com amor. - Efésios 4:2

Amar foi a motivação do seu casamento, você encontrou alguém e entendeu que gostaria de compartilhar o resto da sua vida com ela, porque causa de tudo que você vivia ao lado dessa pessoa você abria mão de compromissos, você perdoava os erros com facilidade, você esperava por horas sem reclamar e sentia que se a pessoa estivesse ao seu lado você seria capaz de conquistar o mundo! Que poder! O amor realmente nos torna fortes.

Todos nós precisamos de amor, no livro a Caricia Essencial, Roberto Shinyashiki fala que o ser humano não pode viver sem carinho, sem amor e quando ele não recebe esse carinho ele tenta receber atenção nem que seja de forma negativa porque é melhor receber atenção mesmo que o motivo seja rebeldia do que ser totalmente ignorado.

O desafio de hoje nos apresenta dois pilares do amor: paciência e bondade, segundo ele estes são as bases de todos os outros, ou seja são como as cores primárias que combinadas entre si geram as outras.

Lembra dos contos de fadas onde o príncipe encontra a princesa e eles vivem felizes para sempre? Pois é não contaram todos os detalhes para você. Tem um dia que o príncipe chega tarde e a princesa fez o jantar e então ela espera por ele por horas e no final ele chega, não fala quase nada, diz que está cansado, toma um banho e vai dormir e a princesa não gosta muito disso. Outro dia o príncipe precisa falar de um problema que tem e a princesa está assistindo novelas e então ele fica ali querendo um pouco do carinho que ela costumava distribuir e ela simplesmente não tem tempo, porque ela precisa se divertir também não é mesmo?

Então eles se brigam? Não, na verdade a princesa entende que o príncipe se aborreceu no trabalho, pacientemente ela guarda a comida para outro dia, come alguma coisa e dá um beijo no príncipe amado, que a abraça e os dois dormem juntos... O príncipe por sua vez resolve deixar sua amada descansar, faz uma comida gostos em demonstração da sua bondade para com ela e os dois conversam durante o jantar. Ou seja o príncipe encontra a princesa e eles vão viver juntos, porque usaram de paciência e bondade um para com o outro eles viveram felizes para sempre!

Mas e se a princesa tivesse gritado e batido a porta e falado que o príncipe é um ingrato? Falado que ele é um sapo como a família dele? E se o príncipe tivesse se aborrecido, aberto a cerveja e no outro dia em que a princesa quisesse conversar ele não saísse da frente da tv para assistir o futebol só de pirraça? E se isso acontecesse por anos? Certamente que o relacionamento morreria.

Quantas pessoas transformaram este mundo com paciência? Gandhi, Martin Luther King, Madre Tereza, Jesus, etc. O amor sem paciência não é legítimo, este sentimento ajuda que você seja calmo, que tenha compaixão do seu conjuge e se comporte de forma adequada. Quantas vezes você viu pais serem rudes com os filhos, casais sendo grosseiros uns com os outros e se sentiu mal apenas por estar perto? A verdade é que ninguém gosta da raiva e da maldade, contudo a paciência quebra com graça e classe uma afronta feita com descontrole. Tire uns momentos hoje para pensar no seu próprio comportamento, você tem demonstrado paciência com o seu parceiro? Consegue controlar a raiva com os filhos? Se aborrece por qualquer coisa no transito? Você é uma companhia agradável ou as pessoas caminham ao seu lado na pontinha dos pés do medo e vergonha?

As pessoas mais idosas são sábias, você já reparou como elas ouvem e depois colocam a sua opinião? E com que propriedade fazem isso, sempre num tom de amor e compreensão. A paciência é a chave dos mestres, dos sábios e dos santos. A Biblia diz que: "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira." (Prov. 15:1) Estamos nós abrandando o ódio dentro da nossa casa, estamos abençoando nosso lar com palavras de carinho?

Gostei muito deste ponto que o livro coloca: " A paciência lhe ajuda a dar ao seu cônjuge o direito de ser humano. A paciência entende que todos falham. Quando um erro é cometido, a paciência decide dar mais tempo do que ele (a) precisa para corrigi-lo. A paciência lhe capacita a permanecer firme durante os tempos difíceis do seu relacionamento, ao invés de lhe esgotar com as pressões." O seu marido/ esposa tem o direito de errar e ser humano ou ele é oprimido pela sua pressão de perfeição, egoísmo e falta de paciência?

Hoje se seu cônjuge for grosseiro ou se fizer algo que você não gostar respire fundo, fale com bondade e amor, se ficar magoada com as palavras duras que receber, espere a raiva passar e diga que ficou magoada e que está triste, mas não jogue mais madeira na fogueira gritando.

Na minha assinatura e na capa do meu celular eu tenho a seguinte frase: Keep Calm and Carry On, em tradução livre eu colocaria como : Mantenha-se calmo e siga em frente. Esta frase foi utilizada pelo governo do Reino Unido durante a guerra em cartazes que foram espalhados pelo todos os lugares. Se seu casamento está em guerra, confie em Deus, peça paciência. Keep yourself calm and Carry On!


************ Desafio de hoje ***********

A primeira a parte do desafio de hoje é bastante simples. Apesar do amor se comunicar de várias formas, as palavras, na maioria das vezes, refletem o estado do nosso coração. Para o próximo dia, decida demonstrar paciência e de modo algum diga algo negativo para o seu cônjuge. Se a tentação surgir, não diga nada. É melhor segurar a língua do que dizer algo de que possa se arrepender depois.

* baseado no livro: O desafio de amar, de Alex Kendrick e Stephen Kendrick

0 comments:

Post a Comment