Theme Preview Rss

5°Dia – O amor não maltrata

Providencie o seu livro ou tenha uma forma de consulta, leia o desafio do 5ª Dia na integra e anote as suas conquistas

****************************************************************************************************



A bênção dada aos gritos cedo de manhã, como maldição é recebida. - Provérbios 27:14




Vamos debater mais detalhadamente características que são contrárias à gentileza são elas a grosseria e a arrogância. A pessoa rude trata o outro com indiferença e prepotência, se sente mais merecedora e por isso é capaz de humilhar e ser inconveniente com outro sem muitas vezes conseguir ver a gravidade daquilo que faz. Como diz o ditado popular, o que se aprende em casa se ela à praça, e nossa casa tem que ser um local onde praticamos maneiras agradáveis de comportamento.

Quantas vezes tratamos melhor os estranhos e nossos amigos do que nosso cônjuge? As regras de boas maneiras e etiquetas podem e devem ser desenvolvidas com os nossos familiares e em especial com a pessoa que escolher viver para o resto dos nossos dias. Como o amor é consciente de suas ações ele deve nos mover a sermos cada dia melhores em nosso falar e agir, tratando nosso companheiro como se trata um tesouro único.

Com cuidado e carinho pense no comportamento que você tem tido ao longo do seu relacionamento, o que você precisa mudar? Será que precisa pedir mais desculpas? Agradecer mais? Se irritar menos? Pensar que o outro não merece nossa educação é ser totalmente irracional, qualquer pessoa que passa pela nossa vida merece o melhor de nós, mesmo nossos inimigos. Como no caso da história que Jesus nos contou, em que um homem judeu é assaltado, deixado ferido na estrada e o único a mostrar compaixão por ele é um samaritano. O povo samaritano na época de Cristo eram rejeitados pelos judeus, a instrução bíblica é ame ao próximo como você ama a sai mesmo. Será que estamos incluindo nosso marido/esposa nessa lista?

Se você ainda não se convenceu preste atenção a esta afirmação do livro: “Há duas razões principais pelas quais as pessoas são rudes: ignorância e egoísmo. Com certeza, nenhuma das duas é boa. Uma criança nasce ignorante no que se refere à etiqueta, precisando de muita ajuda e treinamento. Os adultos, contudo, demonstram sua ignorância em outro nível. Sabemos as regras, mas podemos nos fazer de cegos sobre como as quebramos ou ser egocêntricos demais para nos importar. De fato, não percebemos o quão desagradáveis podemos ser.”

Amar é não tratar com atitudes e palavras rudes, é querem bem e entender que quando você se casou os dois se tornaram uma só carne então você deve tratar seu cônjuge da melhor forma possível mesmo quando este não está presente.

************ Desafio de hoje ***********

Peça ao seu cônjuge para lhe dizer três coisas sobre você que o deixam desconfortável e irritado. Faça isso sem atacá-lo e sem justificar seu comportamento. Preocupe-se apenas com a perspectiva dele.


Nas palavras da boca do sábio há favor. (Eclesiastes 10: 12).

* baseado no livro: O desafio de amar, de Alex Kendrick e Stephen Kendrick

0 comments:

Post a Comment